PROGRAMAÇÃO GERAL

Veja abaixo todas as sessões da programação, incluindo

as que compõem os tracks temáticos.

plus.png

Palestrantes 

Temas de Destaque

 

Transportes de Cargas e Infraestrutura no Brasil

KS01 - KS05 - P01

Transformação Digital do

Supply Chain

KS03 - KS06 - P05 - C08 

Execução de Estratégias de Omnichannel

KS02 - KS07 - P02

Startups: Empreendedorismo e Inovação em Logística e

Supply Chain

KS04 - P03 - P04

KEYNOTE SESSIONS (KS)

Norteiam uma sequência de sessões relacionadas a uma Vertical Temática

KS01 – Transportes de Cargas no Brasil

 

A magnitude da greve dos caminhoneiros e o seu impacto no cotidiano do país  foram considerados sem precedentes. Este acontecimento ressaltou a carência da infraestrutura logística no Brasil e as intervenções do governo no setor aumentaram ainda mais o custo Brasil, trazendo riscos à produção e ao abastecimento. Esta sessão analisará o panorama atual, com base em resultado de pesquisa inédita realizada com as grandes indústrias contratantes de transporte no Brasil.

Mauricio.jpg

Maurício Lima, Sócio-Diretor, ILOS

Maurício Lima, Sócio-Diretor, ILOS

KS02 - Multicanalidade no Setor de Varejo Brasileiro

A sessão apresentará e discutirá sobre os grandes desafios do mercado de varejo brasileiro na ótica de duas empresas consolidadas e líderes em seus segmentos. A estratégia de execução do Omnichannel, a agenda de Transformação Digital e Inovação dessas grandes empresas na prática, seus obstáculos e melhores práticas, serão alguns dos temas abordados. Também será discutido sobre a mudança e os novos requerimentos do Supply Chain para apoiar essa jornada de desenvolvimento dos negócios.

João Paulo, CEO, Natura

Paulo Correa, CEO, C&A

KS03 - A Jornada Digital do Supply Chain

O que é o Supply Chain Digital (SCD) e como impactará as empresas globais no curto e longo prazo? Como uma empresa pode começar a jornada para adotar e implementar SCD’s?

Estamos começando a ver o desenvolvimento e a implementação de SCD que se conectam. O SCD depende de sensores e processos eletrônicos que utilizam recursos habilitados para a web. Os fornecedores em vários níveis e clientes são vinculados por meio de uma rede complexa que engloba indivíduos, organização e atividades desde o início do Supply Chain até o usuário final. Tecnologias estão sendo incorporadas em Supply Chains em todo o mundo à medida que os sistemas e processos amadurecem, como por exemplo: Big Data, Blockchain, IoT, Internet Edge, Computação Cognitiva/IA/Machine Learning, dentre outros. Esses facilitadores digitais provavelmente melhorarão o gerenciamento de riscos e farão com que o fluxo de produtos, informações e finanças flua sem problemas.

Dale Rogers, Co-Director, Internet Edge Supply Chain Lab, Arizona State University

KS04 - A Disrupção da Gestão Tradicional – Preparem-se para a Nova Economia

 

Todos os dias acompanhamos o surgimento de novas tecnologias e novas ferramentas. A convergência delas e o fim das barreiras do empreendedorismo estão destruindo profissões e mercados (até então fortes e relevantes) e oportunizando a criação de novos negócios. Esse comportamento força o surgimento de novas metodologias de gestão, novos alinhamentos entre empresas e funcionários  e uma mudança no comportamento tradicional de aversão a risco. Esse novo comportamento, por sua vez, acelera o surgimento de novas tecnologias, criando assim um ciclo virtuoso extremamente intrigante, interessante, veloz e desconfortável. Como entender e se adaptar a esse novo mundo é o tema desta palestra.

Pedro Englert, Venture Captalist e CEO/Partner, Start.Se

KS05 - Cenário Econômico e Infraestrutura Logística no Brasil

 

Esta palestra discutirá as perspectivas da economia brasileira, a mudança nas expectativas e o potencial de retomada das atividades, e seus direcionadores, inclusive os investimentos em Infraestrutura. Em seguida, serão apresentados os resultados de 2018 da pesquisa global do World Bank sobre LPI - Logistics Performance Index, realizada bienalmente em 160 países, discorrendo sobre a importância de indicadores de conectividade e logística, assim como sobre o objetivo e framework conceitual. Ênfase será dada à análise do resultado do LPI para o Brasil, contextualizando-o com a realidade brasileira.

Stephen.jpg

Stephen DeAngelis, President and CEO, Enterra Solutions

Fábio Klein, Public Finance Expert, Tendências Consultoria Integrada

Grégoire Gauthier, Senior Transport Specialist, World Bank

KS06 - Adoção de Predictive Analytics & Cognitive Computing (AI) no Supply Chain

 

A análise preditiva e Inteligência Artificial visam a determinação de tendências e padrões, assim como obter insights sem precedentes sobre clientes, negócios e mercados. Isso permite ir além da reação, ao antecipar e moldar melhores resultados dos negócios.

Stephen DeAngelis, President and CEO, Enterra Solutions

KS07 - O que o Brasil pode Aprender com os Erros de Omnichannel de Outros Países

 

Os varejistas internacionais que estão na vanguarda do Omnichannel descobriram da pior forma possível que enquanto conseguiam oferecer novas experiências de compras rapidamente, isso vinha a um grande custo para suas margens de lucro. Serão apresentados diversos casos de como estes varejistas de vanguarda conseguiram focar conjuntamente na redução global de estoques, nos níveis de serviço de atendimento aos pedidos e atendimento ao cliente, aumentando assim suas vendas e lucratividade.

Marco Beczkowski, Diretor de Customer Success, Manhattan Associates – Brasil

 

PANELS (P)

Painéis de debate com executivos especialistas e interação com o público

P01 – Transportes de Cargas e Infraestrutura Logística no Brasil

Especialistas, economista, embarcadores e transportadores estarão reunidos neste Painel para debater acerca do tabelamento de preços no transporte rodoviário e suas consequências para as empresas e para o país. Também será discutido sobre o cenário atual e seus desdobramentos, bem como as oportunidades e perspectivas do setor.

Maurício Lima, Sócio-Diretor, ILOS
Fábio Klein, Public Finance Expert, Tendências Consultoria Integrada
Cristiane Marsillac
, CEO, Mercosul  Line
Grégoire Gauthier
, Senior Transport Specialist, World Bank

Marcelo Nascimento, Vice-Presidente, Nestlé

P02 - Execução da Estratégia Omnichannel: desafios e oportunidades

Especialistas debaterão as tendências e avanços em práticas no Last Mile que estão viabilizando um Supply Chain cada vez mais sincronizado com a demanda do consumidor final.

Armando Marchesan, CEO, Sequoia Logística (Líder e moderador)

Dale Rogers, Co-Director, Internet edge Supply Chain Lab, Arizona State University

Francisco Donato, CEO, BrasilCT

Marco Beczkowski, Diretor de Customer SuccessManhattan Associates – Brasil

Sebastião Almeida, General Manager, Knapp Sudamerica

 

P03 – Ecosistemas Abertos Promovendo Inovação em Empresas Tradicionais

A aproximação entre grandes empresas e Startups, como estratégia de inovação aberta, deixou de ser novidade e se transformou em realidade nos últimos anos.  Há inúmeras empresas no Brasil adotando esta prática. Em geral, a motivação das grandes empresas está ligada principalmente a busca por uma inovação mais ágil e acessível, assim como a necessidade de testar novos modelos de negócio ou tecnologias emergentes. Este painel visa debater com os participantes como tem sido a experiência de trabalhar com Startups dentro de um programa específico para o segmento logístico.

Carlos Mira, CEO, Truckpad (Líder e Moderador)

Pedro Neves, CIO, Tegma & Co-Founder, TegUp

Mário Rodrigues, Fundador/CEO, FreteRapido

Adalci Righi, Diretora de Relacionamento Institucional, Logpyx

João Porto, CEO, TrackerUP

 

 

 

P04 - As Startups e os Novos Modelos de Negócios em Logística

Startup é um fenômeno global que está transformando o mundo da logística ao permitir modelos de negócios inovadores, muitas vezes com base em tecnologia de ruptura. Esta sessão consistirá em 5 minutos de apresentações das Startups, ilustrando as melhores práticas e, após, fomentaremos a discussão entre as startups e executivos convidados.

 

Carlos Mira, CEO, Truckpad (Líder e Moderador)

Paulo Saez, Sócio, OK Entrega

Fernando Sartori, CEO, Uello

Alexandre Gonçalves, CEO, CARGOBR

Evilásio Garcia, Co-Founder, AgileProcess

Marcio Martini, CEO, DeliveryPay

Danilo Martinho, CEO, OWL TECNO LOG

 

 

 

P05 – Digitalização do Supply Chain: perspectivas, desafios e oportunidades

A digitalização do Supply Chain (DSC) tem sido impulsionada pelo vasto arsenal de tecnologia, tradicional e disruptivo, atualmente disponível no mercado, por um lado para atender e exceder às expectativas de nível de serviço, ao mesmo que alcançando patamares superiores em termos de competitividade operacional. Esta sessão irá debater o estágio atual de adoção da DSC em empresas brasileiras, vis à vis ao que está acontecendo em nível global. Serão discutidos os desafios e oportunidades que as empresas devem estar conscientes para promover uma jornada exitosa da DSC.

Paulo Mendes, Business Transformation Director, Coca-Cola Brasil (Líder e moderador)

Dale Rogers, Co-Director, Internet edge Supply Chain Lab, Arizona State University

Stephen DeAngelis, President and CEO, Enterra Solutions

Ronald Barcellos, CEO, Greenmile

Wanderley Rosa, Diretor de Produtos e Operações, Sintel

Silvio Tognetti, Diretor de Supply Chain, ARTEB

Eduardo Barros, Líder de Supply Chain, Accenture
Rodrigo Casado
, Diretor de Operações, Linde Gases
Gabriel Dias Thomsen
, Customer Services & Logistics, Heineken Brasil

P06 - Intermodalidade: Brasil vs América do Norte

Esta sessão traçará um paralelo entre a recente greve de caminhões no Brasil e a falta de caminhoneiros na América do Norte - Canadá, destacando a reação do mercado canadense aos novos desafios, as tendências e as tecnologias, estimulando a troca de conhecimento como e debate para o cenário brasileiro. Serão apresentados, por exemplo: caminhões autônomos para terminais; AI e machine learning em cabotagem e terminais portuários; ferrovia multimodal para otimização de rotas, gestão de embarcações e trafego de caminhões no porto; bem como alternativas aos entraves brasileiros relacionados a acordos comerciais, dentre outros. 

 

Shannon Blanchard, Gerente de Desenvolvimento de Negócios, Porto Saint John (Moderador)

Marcelo Procopio, Diretor Comercial Embraport, DP World

Cristiane Marsillac, CEO, Mercosul Line / CMA-CGM

Flavio da Rocha Costa, Head de Logística, Eldorado do Brasil

FREE
FREE
FREE

CASES (C)

Projetos com resultados consistentes

C01 - Integração de Malhas e Colaboração Logística

Souza Cruz

Rafael Szarf, SNO Develop Manager, Souza Cruz

 

A Souza Cruz é reconhecida como uma das empresas de maior abrangência logística, atingindo a totalidade do território nacional. Cientes do diferencial de sua capilaridade, implementaram o compartilhamento de cargas entre empresas, através da sincronização de demanda e sinergia de malhas. O case abordará os principais desafios, além de destacar benefícios, como: redução dos custos logísticos da Souza Cruz; aumento do nível de serviço e capilaridade do parceiro; aumento do network do transportador; redução da pegada de carbono com a sinergia em transportes.

C02 – Primarização do Transporte de Cargas: redução de custo com manutenção do nível de serviço

Bombril / Agrega Tech

Luis Guilherme Andrade, Diretor de Supply Chain, Bombril

João Moretti, CEO, AGREGA Tech

Primarização de transporte de cargas consiste na desintermediação de transportes entre as indústrias, transportadores autônomos e pequenas transportadoras. O case mostrará os resultados de dois anos de operação contínua na Bombril - uma das maiores indústrias brasileiras atuante no varejo, destacando os pontos positivos e pontos de atenção da implementação e operação de um projeto desta envergadura, aonde a Agrega atua como gestora da cadeia de primarização utilizando inovação tecnológica e inteligência logística desde o pedido até a gestão de entrega e meios de pagamentos. Alguns resultados alcançados: redução líquida de 15% do custo total de transporte e atingimento de nível de atendimento de 95% e nível de serviço de 97% em entregas on-time.

C03 - Fast tracking S&OP: de 0 a 100 em poucos meses

Natural One / Plannera

Pedro Campos, Head de Supply, Natural One

Diego de Souza, Sócio Diretor, Plannera

Neste case exploraremos como a Natural One, empresa de sucos 100% naturais em fase de crescimento acelerado, saiu de perto do zero em termos de planejamento tático (sem equipe, sem processo, e sem tecnologia) para uma cultura bem estabelecida de planejamento integrado em poucos meses, contando com o apoio de um parceiro "mão na massa".

 

 

 

C04 - Central de Trafego e seleção de TMS

Natura / Oracle

Renata Figueiredo, Gerente Sênior de Projetos, Natura

Dimitri Terenzzo, Gerente de Projetos, Natura

Rogerio Barbero, Consultor de Vendas Supply Chain, Oracle

 

O case apresentará como a Natura centralizou suas operações de Transportes full truck load, (FTL), entre o Inbound de 4 fábricas, Abastecimento de 8 CDs e Transporte de Revistas, gerando enormes sinergias operacionais e de contratação. A criação de uma estrutura de Central de Trafego foi a  principal viabilizadora iniciativa, centralizando todas as demandas por transporte com disciplina de processos e agregando valor com Circuitos Estáticos e Dinâmicos além de negociar viradas de fornecedores de CIF para FOB e uma nova gestão de agendamento e janelas nas fábricas, hub e CDs. Após a estabilização, a nova frente foi um extenso processo de seleção de TMS para sustentar e potencializar essa área.

C05 - Frota Virtual: o uso de ativos disponíveis para melhorar a eficiência no transporte de cargas

ArcelorMittal / TruckPad

Leandro Bustamante, Gerente Geral de Logística, ArcelorMittal

Leandro Morais, Diretor de Operações, TruckPad

A ArcelorMittal, líder mundial no mercado de aço, tinha o desafio de aumentar a frota disponível e melhorar a eficiência. Com o TruckPad, a empresa criou sua Frota Virtual de autônomos, conseguiu ter mais visibilidade do transporte com esses motoristas e conseguiu retirar mais de 40.000t desde o início da operação. 

Neste case serão explorados os temas da economia compartilhada aplicada à construção da frota virtual, a digitalização do transporte e sua contribuição para as Cadeias de Valor.

C06 - CDs Urbanos como uma Tendência – O Fulfillment Center Mais Moderno do Brasil

Drogaria Onofre / KNAPP

Elizangela Kioko, Presidente, Drogaria Onofre

Marcio Schilling, Diretor Comercial, KNAPP

 

A Drogaria Onofre / a CVS Health Company - maior empresa de saúde do mundo, investe em um CD urbano, totalmente automatizado, no Centro de São Paulo para atender a crescente demanda de pedidos on-line e o Express delivery. Armazéns menores e pulverizados são uma realidade, já que novas tecnologias propõem soluções reais à complexa equação do last mile.  Este Case mostra a solução desenvolvida com um conceito inovador e uma referência do Segmento no Mundo.

C07 - Coopetição, Compartilhamento de Estruturas e Sinergias - Como Obter Resultados?

Grupo Toniato / Gera Sinergia

 

Luiz Adão, Gestor de Frotas, Grupo Toniato

Daniel Bastos, Gestor de Unidade, Grupo Toniato

Vinicius Narvaes, Gestor de Negócios, Gera Sinergia

O Grupo Toniato buscou através da Tecnologia, o compartilhamento de estruturas para gerar sinergias, numa plataforma desenvolvida exclusivamente para os Embarcadores e Operadores Logísticos que promove a coopetição entre as empresas. Mostraremos nesta sessão como a empresa obteve uma redução de mais 38% da ociosidade da frota.

C08 - Digitalização no Supply Chain Automotivo

ARTEB/SINTEL

 

Silvio Tognetti, Diretor de Supply Chain, ARTEB

Wanderlei Rosa, Diretor de Produtos e Operações, SINTEL

 

A ARTEB – Fornecedor de componentes para o Setor Automotivo - investiu na digitalização de rotinas operacionais, aporte sistêmico ao modelo de decisão e integração digital de seu Supply Chain para potencializar seu nível de serviço ao cliente, ao mesmo tempo em que reduzia o custo operacional. Tal movimento elevou o patamar de excelência e competitividade da organização e somente foi possível devido à reorganização da cultura e ao total alinhamento entre competências de tecnologia e negócios.

C09 - Apoiando a Indústria com a Estratégia do Omnichannel

BrasilCT / Sequoia Logística

 

Francisco Donato, CEO, BrasilCT

Marcos Bagnolesi, Diretor Comercial, Sequoia Logística

O case tratará sobre a parceria Sequoia e Brasil CT no processo de e-commerce, abrangendo os multicanais de logística através do Omnichannel, desde a coleta no fornecedor, passando por adequações como montagem de kits/etiquetagens, campanhas sazonais de Black Friday, Páscoa e Natal, atuando na fidelização com resgate de pontos, com múltiplas opções de produtos, utilizando processos, automação e sistema próprio customizado e integrado, trazendo agilidade, qualidade e aumentando exponencialmente as vendas.

C10 - Transformação Digital do Supply Chain: desafios do O2O (Online-to-offline)

Lojas Americanas e B2W Digital / LET’S

Timotheo Barros, Operações LET’S

Eneas Zamboni, Operações LET’S

João Martins, Operações LET’S

 

A LET’S, plataforma de gestão dos ativos de logística e distribuição da Lojas Americanas e da B2W Digital, está construindo um modelo flexível de fulfillment, com o objetivo de maximizar as competências de cada uma das companhias para capturar as oportunidades da operação multiplataforma. Nesse sentido, diversas iniciativas estão em curso, incluindo a aceleração de importantes frentes de O2O (Online-to-offline).

C11 – Implementação WMS em Grande Varejo

Grupo Renner / Otimis

José Antonio Tormes, Especialista de Sistemas de TI, Grupo Renner

 

O Grupo Renner, composto atualmente das empresas Renner, Camicado, Youcom e Realize, recentemente unificou os sistemas de back office e não revenda da Renner e Youcom.

Nessa mesma estratégia, em Abril/2018, o sistema High Jump foi pioneiro nas operações de revenda, unificando o WMS da Youcom e Renner, por permitir o Multi-Cia e possuir uma interface flexível aos ERP’s. Esta conquista foi possível com o engajamento da Logística, Youcom e TI, mais os parceiros das tecnologias envolvidas.

C12 - Qual a Melhor Estratégia de Contratação de Transportadores?

Nestlé / ILOS

Leandro Chirinea, Head of Procurement, Nestlé Brazil

Vivian Donatiello, Sócia Gerente, ILOS

 

O Brasil passa por um turbilhão de transformações nos serviços de transporte rodoviário associado à baixa oferta de veículos para períodos de picos de demanda. Dificuldades de contratação por parte das indústrias e aumento no roubo de cargas são exemplos de fatores que enfatizam a necessidade de reestruturação. Reavaliar o perfil do transportador, os critérios de seleção, as áreas de atendimento, o perfil da frota, os custos operacionais entre outras questões devem fazer parte da revisão da estratégia de contratação.

C13 – Como Melhorar o Modo de Condução dos Motoristas pode Gerar Economia Expressiva

Supricel / Cobli

 

Victor Olmos, Coordenador Operacional, Supricel

Rodrigo Mourad, COO, Cobli

 

Com os dados dos caminhões da Supricel Logística capturados e analisados pela Cobli, mediu-se o potencial de economia de combustível para cada motorista, calculando o tempo de aceleração x total dirigido. Duas ações foram propostas com o diagnóstico: os melhores motoristas dirigiriam mais kms, e os piores iriam para trechos menores e receberiam treinamento. Por litro, as ações trariam uma melhora de 15% no consumo de combustível por km, economizando R$650 por caminhão e aproximadamente R$1mi por ano.

C14 - Jornada do Planejamento

Natura

Fabio Siqueira, Gerente de Planejamento e Distribuição

Francisco Zorzo, Gerente de Planejamento Produção

 

Este case apresentará as principais evoluções em Supply Chain Planning dos últimos 5 anos focado em três pilares: nível de serviço, redução de estoque e perdas. Será apresentado desde a concepção do plano estratégico, seu desdobramento nas evoluções de processos, rituais de gestão, indicadores, ferramentas, relacionamento com fornecedores e estrutura organizacional que vem auxiliando nas tomadas de decisões em planejamento de longo e curto prazo, assim como o roadmap de evolução dos próximos 3 anos.

C15 - Integrando o Supply Chain através de Digitalização: perspectiva distribuição last mile

Heineken e Linde Gases / Greenmile

 

Rodrigo Casado, Diretor de Operações, Linde Gases

Gabriel Dias Thomsen, Customer Services & Logistics, Heineken Brasil

Ronald Barcellos, CEO, Greenmile

 

Esta sessão vai tratar de dois cases relacionados ao last mile: Linde Gases e Heineken. Serão abordadas ferramentas que integram o Supply Chain através da Digitalização, propiciando: aumento de eficiência na entrega de última milha, auxílio no uso de informações de entrega em tempo real para melhorar o atendimento ao cliente e gerenciamento do desempenho real versus o plano para melhorar a produtividade e reduzir os custos de distribuição.

C16 – Vantagens da Cabotagem em Rotas de Longa Distância

3 Corações / Mercosul Line

 

Roney Luz Cavalcanti, Gerente de Logistica, 3 Corações

Danielle Bittencourt de Almeida, Gerente Comercial Regional, Mercosul Line

 

A Cabotagem pode ser uma boa opção em comparação ao modal rodoviário principalmente em rotas de longa distância.  Essa opção ganhou ainda mais força durante a “Greve dos Caminhoneiros”, quando empresários de diversos setores viram na Cabotagem uma alternativa mais competitiva naquele momento de instabilidade político-econômica. Esse tem sido o desafio logístico da 3 Corações – Indústria Alimentícia, encontrando o mix ideal entre os dois modais, otimizando sua operação logística em âmbito nacional buscando economias de escala e redução de seus custos logísticos.

TUTORIALS (T)

Esclarecem conceitos e abordagens gerenciais

T01 - O Papel e Efeitos da Similaridade Motorista - Consumidor no Design de Serviços de Crowdsourced Delivery

Universidade de Arkansas

Adriana  Rossiter  Hofer, Professora  de  Supply  Chain  Management  e Diretora do Global Engagement Office, Sam  M.  Walton  College  of  Business

Crowdsourced delivery - a terceirização do serviço de entrega a indivíduos através de plataformas online - é um modelo de serviço operacional cada vez mais utilizado e que tem trazido oportunidades e desafios únicos para operações de varejo, especialmente por introduzir uma dimensão social antes e durante a execução do serviço. Esta sessão apresentará os resultados de um estudo que investigou os mecanismos que explicam os efeitos da apresentação da foto do motorista em vários designs de crowdsourced delivery nas preferências, atitudes e percepções dos consumidores com relação a qualidade dos serviços do motorista e varejista.

T02 - O Engajamento do Consumidor em Práticas de Sustentabilidade no Supply Chain

Universidade Vila Velha / TU Berlin 

Juliana Campos, Coordenadora de Pós Graduação

A sustentabilidade como parte das estratégias empresariais precisa ser praticada rotineiramente. Gerenciar o Supply Chain com foco em sustentabilidade só ocorre com o engajamento do consumidor. Usando publicações e entrevistas com revendedoras e consumidoras de uma empresa brasileira do segmento de cosméticos, esta sessão analisa o impacto de práticas no Supply Chain e na transformação do comportamento de seus consumidores, tornando-os “defensores” da marca.

T03 - Otimização no Empilhamento de Contêineres em Portos Secos

Via Soft

Rodrigo Nunes Oliveira, Diretor Técnico, Viasoft Forlog

 

Contêineres são amplamente utilizados no transporte mundial e demandam um grande número de operações logísticas para a sua movimentação nas várias fases do transporte. Estas fases envolvem, por exemplo: carga e descarga de navios, movimentações e empilhamentos em pátios portuários, transporte terrestre por meio de caminhões ou trens e empilhamentos em pátios intermediários, até o momento da utilização do contêiner na ponta da cadeia de suprimentos. A sessão apresentará um modelo de otimização para o posicionamento e empilhamento de contêineres em pátios intermediários (portos secos) com o objetivo de reduzir o número de realocações de contêineres necessárias nos carregamentos de trens e caminhões.

T04 - Desenho da Malha Logística - Quais fatores devem ser considerados?

ILOS

Rodrigo Nakamura, Sócio Gerente

O desenho da malha logística capaz de suportar o crescimento da empresa da forma mais eficiente possível e atendendo às suas diretrizes estratégicas é um desafio diante da extensão territorial do Brasil. Os fatores a serem analisados são inúmeros, o que torna a questão complexa do ponto de vista logístico. Além disso, considerando os diferentes incentivos fiscais dos estados brasileiros, esta questão se torna ainda mais importante. Este tutorial abordará de forma prática quais são os fatores e trade-offs a serem considerados para utilizar a logística como um diferencial competitivo.

T05 - Logistica 4.0: Field Experiences

Reply

Yuri Perra, Click Reply Executive

 

Logística 4.0 é um conjunto de tecnologias, algumas mais maduras, outras emergentes, outras ainda em desenvolvimento que se caracterizam por quatro princípios principais: interoperabilidade, Real Time, descentralização e modularidade aplicadas à SCE (Supply Chain Execution) e que trazem vantagem na gestão de network logísticos complexos não apenas em termos de eficiência, mas também em termo de visibilidade e colaboração entre os diversos atores. A sessão vai explorar esta transformação digital, apresentando exemplos de inovação no âmbito organizacional e cultural assim como novos paradigmas na concepção das aplicações.

T06 - O Futuro de Suprimentos

A.T. Kearney

Fabio Yoshitome, Sócio da Prática de Operações/Procurement

 

A função Suprimentos tem definhando para obsolescência? Ela morrerá se não se transformar rapidamente? Qual o valor que Suprimentos traz para as suas organizações? Que tendências podem afetar ou causas rupturas no modelo atual? CPOs (Chief Procuremet Officers) tem um novo papel nas organizações: adotar um modelo focado no futuro e atender as necessidades das áreas usuárias.

T07 - Integração Logística Portuária: um fator importante para o fortalecimento do comércio exterior brasileiro.

DP World

Fábio Medrano Siccherino, Diretor Comercial, DP World Santos

 

A falta de infraestrutura no setor logístico prejudica a competitividade brasileira no comercio exterior, fator este que é agravado devido à crise financeira e política que vive o país. O desenvolvimento de modelos logísticos integrados com a área portuária, focando na geração de serviços com valor agregado, otimização da matriz de transporte e sustentabilidade são fundamentais para minimizar estes efeitos negativos, além de aumentar a eficiência logística e fortalecer a competitividade das empresas nacionais no mercado internacional. 

T08 - New Supply Chain Applied Now

Accenture

Eduardo Barros, Líder de Supply Chain

Roberto Frossard, Líder Innovation Center

Novas maneiras de arquitetar e gerenciar Supply Chains estão sendo potencializadas pelas tecnologias emergentes para entregar um Supply Chain mais inteligente e mais centrado no cliente. Nesta sessão apresentaremos tendências, desafios e casos de sucesso de iniciativas de digitalização do Supply Chain .

T09 - Applied Intelligence em Supply Chain

Accenture

Dario Gaspar, Líder de Consultoria para Indústria de Recursos Naturais

Fabio Ferraretto, Líder de Data Science

Como inteligência analítica/AI estão lidando com o aumento da complexidade dos negócios e o crescente volume de dados para tornar o Supply Chain mais otimizado, preditivo e pró-ativo. Nesta sessão serão apresentados exemplos de uso destas tecnologias aplicadas a diferentes níveis de decisão ao longo Supply Chain.

T10 - Inteligência Artificial Aplicada as Torres de Otimização e Controle Logístico

Neolog

Danilo Campos, Sócio Fundador, Neolog

 

Nesta sessão será feita uma introdução a história e conceitos de IA passando por usos comuns em nosso cotidiano. Com base nas técnicas discutidas serão apresentadas algumas das possíveis inserções dentro do modelo de torre de otimização e controle. A discussão abordará também a combinação de IA com outras técnicas de otimização matemática e técnicas estatísticas para tomada de decisões.

FREE

WORKSHOPS (WS)

Discussões sobre temas específicos, com demonstrações e interação com o público

WS01 - Blockchain em Supply Chains: mito ou realidade?

 

Dale RogersCo-Director, Internet Edge Supply Chain LabArizona State University

Leonardo Marques, Professor de Operações e Supply Chain, Coppead/UFRJ

 

Passada a panacéia ao redor do Bitcoin, Blockchain é agora tratado como uma ferramenta que pode descentralizar o controle e a gestão da informação, reduzir custos, aumentar transparência, e em última análise, revolucionar Supply Chains. Mas até que ponto isto vai acontecer? Quais condições favorecem a adoção de blockchain em Supply Chains específicos e quais condições na verdade indicam a não-adoção? O que blockchain pode realmente oferecer para a gestão dos Supply Chains? Qual o estágio atual de compreensão sobre blockchain nas empresas? Quais são os próximos passos para avançar do mito para a realidade? Este workshop vai endereçar as questões acima, e apresentar pesquisas com profissionais nos EUA e no Brasil.

FREE

DEMO SOLUTIONS (DS)

DS01 - Inovação e tecnologia para uma entrega eficiente

LET´S

Luis Varela, Operações

Edson Shimada, Operações

 

A Direct, melhor e mais completa plataforma de distribuição para o varejo físico e digital, utiliza as mais inovadoras tecnologias para realizar entregas rápidas e seguras para os clientes da B2W Digital e seus sellers do marketplace, além de abastecer mais de 1.300 pontos de venda da Lojas Americanas em todo o país

DS02 - OMS Omnichannel

Manhattan Associates

Marco Beczkowski, Diretor de Customer Success

Nesta sessão serão apresentadas as ferramentas necessárias para o sistema de gestão de pedidos (OMS) para execução do Omnichannel.

DS03  - Soluções Logísticas Omnichannel

Sequoia Logística

Marcos Bagnolesi, Diretor Comercial


Com bases sólidas no segmento de Logística Integrada, a Sequoia possui expertise e conhecimento técnico para atender os negócios dos mais importantes segmentos da economia, incluindo serviços de Fulfillment, transportes B2B e B2C, Entregas Expressas, Marketplace e Omnichannel, potencializando ainda mais a eficiência, qualidade, flexibilidade, agilidade e rentabilidade dos negócios, com diferenciais como tecnologia, informação, gestão e automação.

FREE
FREE
FREE
* Programação em construção sujeita a alterações.
FREE
= Sessões com acesso gratuito para os visitantes da Expo.Logística
Informações:
(21) 3445-3000
(11) 3847-1909
foruns@ilos.com.br
Realização:
  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
  • Black YouTube Icon